Festival de Jazz

No final de janeiro acontece um festival de jazz em Stavanger, organizado por um grupo local de amantes de Jazz, e todos os participantes e organizadores são voluntários. Os pioneiros iniciaram o festival há 22 anos. Normalmente são dois eventos por ano, um em janeiro que com jazz mais tradicional, e daí o nome Tradjass, e outro festival em Maio que apresenta tanto o jazz tradicional como algumas variações, incluindo jazz mais moderno, combinações de jazz e reggae, entre outros.

Nessa semana, participei do Tradjass edição 2018 (tradjass.no). O festival contou com mais de 80 artistas entre renomados artistas locais e também conta com a presença de artistas internacionais. Ao total foram 23 apresentações em diferentes locais do centro da cidade, entre pubs, casa de shows, e até na igreja! As apresentações tiveram início na quinta-feira, 18 de janeiro, e foram até o domingo (21).

O primeiro dia contou com um show na antiga casa de shows de Stavanger, foi uma apresentação mais longa onde diversos artistas participaram e deu pra ter uma idéia dos estilos de cada um.

Screen Shot 2018-03-02 at 12.27.31Kristin Svensen se apresentando acompanhada pelos músicos da Sandnes Storband (18.01.2017)

Screen Shot 2018-03-02 at 12.25.33Da esquerda para direita: Jorun Hodnne (Stavanger), Eivind Klemetsen (Sirdal), Tricia Boute (New Orleans), Jeremya John (Abu Dabi), Kristin Svensen (Stavanger), Espen Hana (Stavanger), Ahn Vu (Sandes), and Ivan Storm Juliussen (Rolvsøy).

No segundo dia (19.01.2017) assistimos o grupo Trio de Janeiro se apresentar no bar e restaurante Pizza 28 (a pizzaria mais antiga de Stavanger). Essa banda não é lançamento mas para mim foi o grande achado do festival! Isso porque eles são noruegueses e tocam desde 1984 juntos. E pasmem, eles tocam jazz com bossa nova e choro. Eu fiquei deslumbrada em ouvir musica brasileira de qualidade cantada por um adorável senhora norueguesa chamada Anne-Marie Giørtz, o português dela impressiona e ainda conta com um charme do sotaque nórdico. O grupo tocou composições de Tom Jobim, Pixinguinha, Chico Buarque, entre outras. Deu aquele orgulho de ouvir música de casa tão longe.

Screen Shot 2018-03-02 at 12.25.49

Bayou Blue se apresentou na casa de shows 2 trapper opp. A banda é bem tradicional e se apresenta a 25 anos em diversos festivais noruegueses e em turnês européias, especialmente na Inglaterra. O show foi tomado por estilos animados e famosas músicas no repertório.

Screen Shot 2018-03-02 at 12.26.06

No terceiro dia do festival, e mais recheado de atrações eu tive a chance de assistir a banda Røshnes Jazz Band se apresentou com a cantora Kristin Svensen na casa de eventos To trapper opp. O som tem um gênero estilo New Orleans, Jazz bem tradicional e ao mesmo tempo versátil. A banda vai comemorar 40 anos em 2019, daí você já pode imaginar se o pessoal curte Jazz.

Screen Shot 2018-03-02 at 12.25.58

Kansas Smitty’s House Band se apresentou no Spor 5. A banda é simplesmente incrível e apesar dos artistas serem novos, eles levam o Jazz muito a sério. O show foi impressionante pela qualidade e seleção, os garotos chegaram a tocar jazz de 1902 com alto nível de complexidade e  execução perfeita! A banda é originalmente de Londres e hoje conta com seu próprio bar localizado no Broadway market.

Screen Shot 2018-03-02 at 12.26.16

Robyn Bennett & Bang Bang fecharam o dia com chave de ouro num show mais que animado no restaurante Gaffel & Karaffel com suas melodias groovy e funky. A vocalista Robyn Bennett é americana e atualmente mora na frança. Se apresenta acompanhada pelos franceses (Bang Bang) e já tiveram diversas turnês internacionais.

IMG_0395

No domingo (21) ainda houve uma apresentação da Banda Røshnes Jazz Band com a cantora Tricia Boutte. Esse foi o único dia que esta não teve a chance de participar, mas pelas apresentações prévias, acredito que também tenha sido um grande show.

O final de semana foi uma excelente maratona de shows com diversos perfis para agradar diferentes estilos. Também foi uma excelente oportunidade para conhecer muitos locais e curtir muito o clima de festival e fazer novas amizades.

Se você ficou curioso ou com vontade de participar e talvez esteja planejando uma viagem para esse incrível país, segue aqui os links para diversos festivais de jazz que acontecem em diferentes cidades da Noruega ao longo do ano:

Janeiro – Stavanger – http://tradjass.no/

Maio – Stavanger – http://maijazz.no/

Julho – Molde – https://www.moldejazz.no

Agosto – Haugesund – International Jazz Festival –

 https://sildajazz.no/

Agosto – Oslo – https://oslojazz.no/

Agosto – Tromso – http://www.tromsojazzfestival.no/

E uma dica para quem está com o orçamento apertado e mesmo assim quer viajar, a maioria dos festivais precisa de voluntários para acontecer. Qualquer pessoa que tenha pelo menos conhecimento de inglês pode trabalhar como voluntário e um ou alguns shows e ganhar acesso aos demais shows sem precisar gastar.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s